Níveis de Planejamento



I - Introdução

Em uma organização são apresentados três tipos de Planejamento:

a)      Planejamento estratégico; este  é elaborado geralmente pela  alta gerência e abrange toda a estrutura  organizacional de uma  organização.

b) Planejamento tático; é desenvolvido por  profissionais da média gerência e aplica-se a departamentos específicos.

c) Planejamento operacional; é considerado como formalização, principalmente através de documentos escritos das metodologias de desenvolvimento e implantações estabelecidas  e é desenvolvido pelos baixos níveis de gerência.

        Sendo que esses, são interligados , e suas interações influenciam de um planejamento para outro. No entanto, o objetivo deste trabalho é abordar especificamente o planejamento tático e operacional dentro de uma organização.

II. - Desenvolvimento

Planejamento Tático:

O Planejamento Tático tem pôr  objetivo otimizar determinada área de  resultados e não a empresa como um todo.  Pôr tanto, trabalha com decomposições dos  objetivos, estratégias e políticas estabelecidos no planejamento estratégico.

 É  desenvolvido a níveis organizacionais inferiores, tendo como principal finalidade a utilização eficiente para a consecução de objetivos previamente fixados segundo uma estratégia predeterminada bem como as políticas orientavas para o processo decisório da empresa

Planejamento Operacional

O Planejamento Operacional pode ser considerado como a formalização, principalmente através de documentos escritos, das metodologias de desenvolvimento e implantação estabelecidas.

 Pôr tanto, nesta situação, tem-se basicamente,  os planos de ação ou planos operacionais

  Os planejamentos operacionais correspondem a um conjunto de partes homogêneas do Planejamento Tático.

 Cada um dos planejamentos operacionais deve conter com detalhes:

·        os recursos necessários para o seu desenvolvimento e implantação;

·        os procedimentos básicos a serem adotados;

·        os produtos ou resultados finais esperados;

·        os prazos estabelecidos

·        os responsáveis pela sua execução e implantação

Vantagens do Planejamento

O Planejamento possui muitas vantagens. por exemplo:

·         ajuda  a administração a  adaptar-se  e ajustar-se às mudanças no ambiente;

·        auxilia na cristalização de acordos sobre assuntos de importância;

·        capacita os administradores a verem o quadro operativo inteiro com maior clareza;

·        ajuda a estabelecer mais precisamente a responsabilidade;

·        proporciona um sentido de ordem as operações;

·        ajuda a fazer a coordenação entre as várias partes da organização;

·        tende a tornar os objetivos mais específicos e mais bem conhecidos;

·        minimiza a adivinhação; e poupa tempo, esforço e dinheiro.

Desvantagens do Planejamento

O planejamento também tem diversas desvantagens.  Algumas são que:

·        o trabalho envolvido no planejamento pode exceder suas verdadeiras contribuições;

·        o planejamento tende a causar demora nas ações;

·        pode restringir indevidamente o exercício de iniciativa e inovação da administração;

·        algumas vezes os melhores resultados são obtidos pôr um indivíduo que avalia a situação e enfrenta cada problema a medida que este for surgindo; e de qualquer forma , poucos planos são consistentemente  seguidos.

  No entanto, apesar destas e de outras desvantagens, as vantagens de planejar pesam muito mais do que quaisquer  problemas envolvidos. Pôr isso, o planejamento não somente deve ser feito, mas tem de executado!

As relações do Planejamento Estratégico com o Planejamento Tático

·        de prazo mais longo, pois o planejamento estratégico considera um conjunto de

planejamentos táticos e sua soma deve provocar um período de tempo maior para sua conclusão;

·        de amplitude maior, pois considera a empresa como um todo, enquanto o planejamento tático considera apenas uma parte dela;

·        de risco maior, pela sua maior  amplitude e maior prazo de execução em relação ao planejamento tático;

·        relacionado às atividades-fins e meios da empresa enquanto os planejamentos táticos são mais relacionados às atividades-meios (não em sua totalidade); e

·        de flexibilidade menor, pôr considerar a empresa como um todo, bem como sua situação e posição em seu ambiente

Relação entre Tático e Operacional


DISCRIMINAÇÃO            PLANEJAMENTO            PLANEJAMENTO     

                                             TÁTICO                             OPERACIONAL

Prazo                                    Mais longo                           Mais curto

Amplitude                            Mais ampla                           Mais restrita

Riscos                                   Maiores                                Menores

Atividades                             Meios                                  Meios

Flexibilidade                         Menor                                  Maior

Fonte tirado do livro:

·        Planejamento Estratégico , Conceitos, Metodologia e Práticas - Djalma de Pinho Rebouças de Oliveira / Editora Atlas, 8º edição;

Algumas considerações sobre os níveis Estratégico e Tático.

Nos níveis  estratégico e tático  pode-se ter  alguma dificuldade de diferenciá-los, pois não existe distinção absoluta entre ambos.   Entretanto, o primeiro nível está voltado a dimensão estratégica da empresa, referindo-se aos seus objetivos e à sua eficácia.  As decisões estratégicas têm, geralmente, alcance temporal prolongado e elevado grau de impacto e irreversibilidade.  Pôr sua vez, o planejamento tático está mais voltado  aos meios para se alcançar os objetivos especificados, isto é, refere-se aos componentes da empresa e à sua eficiência.


  Na elaboração do planejamento tático encontram-se dificuldades de ordem prática, uma vez que é necessário definir objetivos de mais curto prazo, que sejam partições  dos objetivos de longo prazo, a fim de que a consecução dos primeiros possa levar à concretização dos últimos. Esses problemas podem ser minimizados se o executivo tiver real conhecimento do campo de cada um dos tipos de planejamento, bem como de suas interações.


III - Conclusão

Os planejamentos não podem  controlar o futuro, mas devem tentar identificar e isolar as ações presentes e seus resultados que se pode esperar que influenciem o futuro. Portanto, um propósito principal do planejamento é providenciar para que os programas e constatações presentes possam ser usados para aumentar as oportunidades de ser atingidos os futuros objetivos e metas - isto é  aumentar as chances de tomar as melhores decisões hoje que afetarão o desempenho de amanhã.

  A menos que o planejamento leve a melhor desempenho, ele será feito em vão.  Assim ,  para ter uma organização  que  olhe para o futuro e procure se manter ativa e próspera em um mundo que se modifica, é preciso que haja planejamento ativo, vigoroso, contínuo e criativo.  Do contrário a administração somente  reagirá ao seu ambiente e não será uma participante ativa no mundo competitivo.

Através deste trabalho verificamos que o planejamento tático tem como objetivo melhorar atividades departamentais ou áreas definidas de uma organização, sendo esta influenciada  por informações, transformações do meio externo, que de forma mais direta é absorvida pelo planejamento operacional, que atua diretamente com o público consumidor de seus produtos ou serviços.

E no Planejamento Operacional, pode ser considerada com a formalização principalmente através de documentos escritos da metodologia de desenvolvimento e implantação estabelecidas

  Verificamos também que no planejamento tático o prazo é mais longo, amplitude maior, os riscos são maiores e flexibilidade menor que denota-se de forma contrária  no planejamento operacional.

Bibliografia

·        Administração, Conceitos e Aplicações - Leon C. Megginson , Donald C. Mosley, Paul H. Pietri, Jr / Edição Harbra;

·        Planejamento Estratégico , Conceitos, Metodologia e Práticas - Djalma de Pinho Rebouças de Oliveira / Editora Atlas, 8º edição;


Autor: LUCIMAR DOS SANTOS