Senso Crítico



Senso Crítico é a análise que possui comprometimento com a verdade visando compreender melhor as questões do Eu, do Outro e da Sociedade como um todo. Ou ainda, poderíamos dizer ainda que Senso Crítico seja a "faculdade de apreciar e julgar com ponderação e inteligência". Ao contrário do Senso Comum, que se baseia em nossas experiências e tradições que formam um saber "prático" aplicado em nosso dia a dia.

A Crítica, por alguns, é muito mal vista, sendo encarada como algo negativo, que vem destruir a sociedade, ao invés de aprimorá-la. Em muitos momentos da história a crítica foi sufocada de todas as formas. Para nos remetermos a isso não precisamos ir muitos anos atrás, temos no Brasil um exemplo claro disso que foi a época da Ditadura Militar, onde se buscava dar cabo de quem tivesse um pensamento Crítico. Talvez venha daí o ranço de considerar a crítica algo ruim.

Na sociedade atual, somos bombardeados por informações a todo instante pelos meios da comunicação, e muitas dessas informações que nos chegam não nos permitem um tempo de reflexão para processá-las.

Este aspecto está muito presente na televisão que nós a fim de decodificarmos as imagens e sons enviados, não temos tempo hábil para o confronto de idéias, para analisar outros pontos de vista sobre o mesmo problema, favorecendo muito pouco o desenvolvimento do Senso Crítico. Sem dúvida atualmente a televisão é a ferramenta mais poderosa para criar e manipular os chamados "exércitos de manobras", a grande massa da população. Justamente por apresentar uma suposta realidade pronta, que não precisa ser digerida, mas apenas absorvida.

Já o Senso Crítico baseia-se justamente no confronto de idéias, nem sempre diametralmente opostas, para chegar-se a uma opinião sobre determinado assunto. É o olhar analítico que desenvolvemos e começamos a utilizar em toda informação chegada a nós, analisando-as racionalmente sem tomar nenhuma delas como verdade absoluta. O fruto deste tipo de análise é uma conclusão sustentável e justificável porem não absoluta. Quando duas conclusões pessoais entram em confronto é um momento para reavaliarmos nossas posições, evoluir nossos conceitos e atualizar nossas ideologias.

O Senso Crítico é cine qua non para mudarmos esta realidade onde poucos governam defendendo seus próprios interesses e muitos apenas assistem com um ar de permissividade e conformação. Enquanto não assumirmos uma posição crítica na sociedade a democracia continuará garantindo apenas a desigualdade, como é nos dias atuais. Enquanto um voto valer um saco de cimento, por exemplo, nada será mudado. Enquanto os governos gastarem mais com propaganda do que educação, continuaremos vivendo nesta sociedade de contrastes e descaso. E não podemos esperar que a mudança parta deles, é de interesse deles que não aja crítica, que não aja oposição. Uma população desinformada é mais fácil de ser controlada e manipulada.

E está aí a importância do Senso Crítico, do confronto de idéias e argumentos. Do exercício de uma sociedade civil consciente de seus direitos e deveres. Adotando uma postura mais questionadora, crítica e ativa. Nesta condição sim, o homem pode denominar-se um ser racional.


Autor: André Trindade Calcagno