Os fatores que influenciam o comportamento humano



Quando lecionava a disciplina de Psicologia Organizacional nos cursos de Administração de Empresas e Ciências Contábeis em uma faculdade de São Paulo, tinha o desafio de levar aos alunos destes cursos o conhecimento e paixão que tenho sobre psicologia e comportamento humano.

Traduzir os principais conceitos psicológicos, que levamos ao menos cinco anos para conhecer, para os alunos de um curso voltado para a prática e a lógica em apenas quatro meses era um grande desafio.

Sabia que se entrasse na profundidade que tema merece não atingiria meu objetivo, além de me tornar um professor distante dos alunos. Como falar das teorias de Freud, Jung, Skinner, Pavlov, Moreno e tantos outros?

Daí veio a idéia de traduzir de forma simplificada e voltada para o cotidiano algumas das principais idéias da psicologia. A que mais utilizei após este período na Faculdade foi sobre os fatores que influenciam o comportamento humano.

Muitos alunos perguntavam por que as pessoas agiam de formas tão diferentes. Por que o comportamento das pessoas era tão variado? Buscando uma forma de levar esta informação a eles utilizei da seguinte explicação (resumida):

Cinco fatores que influenciam o comportamento humano (não determinantes)

Antropológicos ou culturais – fator relacionado a questão de cultura de um povo ou grupo social. Por exemplo, as pessoa que freqüentam uma determinada igreja tem hábitos semelhantes quanto a vestimenta, atitudes e comportamento em geral. Pessoas que mudam de religião tendem a assumir novas posturas exigidas ou recomendadas por este novo grupo. Lembro da história de um amigo que era uma pessoa totalmente desregrada na vida. Viveu muito tempo com diversos vícios e comportamentos anti-sociais. Determinado dia entrou para uma igreja e freqüentar. Com o tempo passou a agir de modo mais tranqüilo, sem vícios e altamente sociável.

Sócio-Econômicos – pessoas que moram em locais mais pobres ou ricos tem, em geral, características mais semelhantes entre si. É comum termos notícias de pessoas que se tornaram ricas de forma rápida e passaram a agir de modo diferente com seus amigos, parentes etc. O contrário também ocorre. Outro exemplo é que em situações econômicas de crise algumas pessoas podem sofrer alterações de comportamento devido a endividamento, desemprego etc.

Biológicos ou Fisiológicos – está relacionado ao físico. Um exemplo clássico é a mulher grávida. A alteração hormonal proporcionada pela gravidez gera em algumas mulheres alteração no comportamento. Também temos diversos relatos de pessoas que sofreram algum tipo de lesão ou AVC e, posteriormente, passam a agir de modo diferente de como se comportavam antes do acidente. A maioria passa a agir de modo mais contemplativo, harmonioso, tolerante etc.

Ambientais – tem a ver com o local onde as pessoas moram, trabalham, vivem. Estudos comprovam que cidades onde há maior incidência de sol as pessoas tendem a agir de modo mais alegre, receptivo e espontâneo. Locais mais frios, com pouca incidência de luz natural na maior parte do tempo faz que seus habitantes tenham mais comportamentos sóbrios, depressivos e individualistas. Em países, como o Brasil, onde temos um vasto território podemos perceber as diferenças no modo de agir característico de cada povo. Quando as pessoas acostumadas a uma determinada temperatura mudam para cidade ou região diferente há uma considerável mudança de humor, que poderá ser positiva ou negativa.

Psicológicos – está relacionado ao estado emocional das pessoas, modo como foram criadas e tratadas desde a infância até o momento atual. Pessoas que só receberam elogios tendem a não ter noção dos limites. Aqueles que na maior parte do tempo foram criticados por parentes, amigos, professores e outras pessoas tendem a desenvolver uma baixa autoestima. Sob uma forte pressão emocional as pessoas também podem apresentar reações inesperadas, seja de alegria ou agressividade. A perda de uma pessoa importante pode acarretar uma mudança momentânea ou definitiva no comportamento de uma pessoa, por exemplo.

Certamente que estes fatores não são definitivos, apenas apontam alguns caminhos. Quanto mais analisamos estes fatores, mais conseguimos compreender determinadas reações e atitudes humanas e suas influências.

Rogerio Martins
http://saladeterpia.blogspot.com/
Autor: Rogerio Martins