INSUFICIÊNCIA RENAL E ALIMENTAÇÃO



INSUFICIÊNCIA RENAL E ALIMENTAÇÃO

Uma a cada 5.000 pessoas sofre algum tipo de doença renal por diversos motivos.A insuficiência renal é uma doença que altera e muito a vida do portador, seja pela atenção a alimentação, quanto até mesmo a alteração do estado emocional em relação a aceitação da doença e sua limitações.

SOBRE O RIM
O rim é um órgão duplo e extremamente vascularizado, situado na parte posterior do abdômen. Recebe a quarta parte de todo o sangue que sai do coração. O sangue que passa pelos rins é filtrado, por este processo de filtração renal se retira as impurezas. Assim, o rim é um órgão depurador de substâncias indesejáveis ou que estejam em excesso no nosso organismo e, por isso, precisam ser eliminadas.
A urina produzida diariamente tem um volume de 700 a 1500 mililitros, contém sais (sódio, potássio, cálcio, fósforo, amônia) e outras substâncias, como uréia, creatinina e ácido úrico. O volume de urina aumenta ou diminui conforme a necessidade de eliminar água, evitando que falte ou se acumule no organismo. Além de eliminar as impurezas e controlar o volume dos líquidos do organismo.

SOBRE A INSUFICIENCIA RENAL
A insuficiência renal é caracterizada como sendo uma alteração na função dos rins capaz de fazer com que estes órgãos percam em algum grau a capacidade de excretar as substâncias tóxicas do nosso organismo. Quando não excretadas adequadamente, estas substâncias se acumulam fazendo mal ao organismo. Há ainda retenção de líquido o que gera edema (inchaço).

ATENÇÃO A NUTRIÇÃO
Evite alimentos ricos em sódio (sal): embutidos em geral (salsicha, salames, mortadelas) ou até mesmo carnes processadas.
Substitua o sal como tempero por azeite, suco de limão, vinagre ou ervas.
Consulte o médico a respeito do limite de água. No caso de precisar limitar o consumo, evite os alimentos líquidos.
Cuidado com os alimentos ricos em potássio como: banana, mamão, tomate, abóbora, acelga, carne, batata, feijão. Na Insuficiência renal, em muitos casos, o excesso de potássio pode não ser eliminado e levar a complicações sérias.
Consuma de forma moderada os alimentos ricos em cálcio e fósforo como derivados do leite, carnes, ovos, legumes e a casca dos cereais . Na insuficiência renal, assim como o potássio citado acima , o fósforo pode também não ser eliminado na urina, ficando então acumulado no organismo;
As proteínas são importantes mas neste caso são também perigosas, ao consumir dê preferência a ovos, peixes, soja, pois a sobrecarga glomerular é menor quando comparada as outras carnes;
Evite o consumo de chá preto, chá mate e refrigerantes a base de cola.
Caro leitor, portador de alguma patologia ou não, cuide de sua alimentação. É ela uma das principais responsáveis pela sua qualidade de vida! Boa semana!

Izaara Alvarenga
Nutricionista
Autor: Izaara Alvarenga