Trilha Matemática



Buscando atender a dinâmica e o conhecimento de duas disciplinas distintas como a matemática e o movimento, porem concorrentes em alguns aspectos. Foi planejada uma atividade comum que as atendesse.

Com uma turma de alunos de 6 anos e com o objetivo de buscar ampliar o desenvolvimento do esquema corpóreo, lateralidade, orientação espacial, orientação temporal, alem do desenvolvimento da pré-escrita e de conteúdos de classificação associados a: reconhecimento, uso de figuras planificadas,objetos de sucatas e faces dos sólidos associado as suas respectivas nomenclaturas foi desenvolvido a trilha matemática.

Foi solicitado que a turma formasse duplas que foram presas com pulseiras largas presas com velcro no pulso e no tornozelo, quem ficasse no lado direto da dupla teria os olhos vendados e seria conduzida pelo colega da esquerda. É de responsabilidade do aluno da direita jogar o dado e o da esquerda dizer quantas casa eles deveriam andar na trilha e conduzir o colega juntos ate ela,caso na casa em que eles parassem tivesse alguma orientação para realizar uma tarefa o aluno da esquerda deveria tirar as pulseiras presa no colega econduzir o colegade olhos vendados dando ordem de sinalização para quantos passos, ou para que lado ele deve ir ,quando ele deve abaixarou pegar em uma prateleira a cima esticando o braço para pegar um objeto e guarda na caixa determinada na prova.

A professora sempre ira ler as prova de forma alta e nítida para que todos possam ouvir e entender e estará próximo da realização de toda as "provas", vence a dupla que chegar primeiro ao final da trilha. Será necessário um tempo de 50 minutos.

Ao final a professora fará uma rodinha de debate para: reforçar o que os alunos acharam da prova, o que foi mais difícil, se ouve cooperação por parte da dupla e da turma, quais as classificações que ao final eles fizeram quais os movimentos corpóreos eles precisam fazer, quais objetos forma explorados e quais suas formas, quais objetos eram maiores ou menores, quais os mais pesados e os mais leves, se todas as caixas firam cheias ou se teve alguma que ficou vazia.

Depois serão formadovários grupos com 4 pessoas obtidas de duas duplas anteriores eserão distribuídas figuras com seus respectivos nomes juntos para serem etiquetados aos objetos de classificação agora distribuídos pela professora para que possam ser melhor identificados e depois retornarem para suas respectivas caixas,que também receberão nome e figura planificada que a identifique.Sendo guarda em local específicos na sala ou em espaço na escola servindo para futuras atividades.

Essa atividade alem de proporciona cooperação, socialização, lazer e satisfação,ela proporciona representação seja da pessoa, seja do objeto; alem de proporcionar utilização de vocabulário pertinente nos jogos e na matemática,exploração e identificação de propriedades geométricas e formas, identificação de pontos de referencia para situar-se e desloca-se no espaço , descrição e representação de pequenos percursos e trajetos.

Referencias:

www.novaescola.com.br

FURLANETTO, Flávio Rodrigo. FUNDAMENTO E METODOLOGIA DO ENSINO DA MATEMATICA. A FORMAÇAÕ E O TRABALHO PEDAGÓGICO DO PROFESSOR NA EDUCAÇÃO INFANTIL. Pág. 85à 112. Editora UNOPAR. Londrina. 2008.

BRASIL. Ministério da Educação e do Desporto. Secretaria de Educação Fundamental. REFERENCIAL CURRICULAR PARA A EDUCAÇÃO INFANTIL. 1998.

CASTRO, Eliziane Rocha. A IMPORTANCIA DOS JOGOS NA APRENDIZAGEM MATEMATICA DAS CRIANÇAS DE 4 A 6 ANOS.

GUARIDO, Evanil Antonio & CALDEIRA, Alexandre Schubert. FUNDAMENTO E METODOLOGIA DO ENSINO DO MOVIMENTO. A FORMAÇAÕ E O TRABALHO PEDAGÓGICO DO PROFESSOR NA EDUCAÇÃO INFANTIL. Pág. 165 à 202. Editora UNOPAR. Londrina. 2008.


Autor: Karina Theresa Almeida