Sociologia E História



Qual a importância da Sociologia para um bom estudo Histórico?

A primeira coisa que devemos separar aqui é a Sociologia dos métodos sociológicos. Tento presente esta diferença é possível compreender que os mais diversos métodos desenvolvidos a partir de August Comte nos instrumentalizam para buscar respostas para os problemas sociais. Esta busca nos oferta uma tentativa de compreender os momentos históricos. Desta forma a história deixa de ser apenas um conjunto de informações sobre o passado e se torna um vasto e amplo campo que permite ao ser humano uma reflexão apurada. Os métodos sociológicos junto com a história nos fazem compreender os acontecimentos, encontrar as razões para tal ocorrência e seus desdobramentos futuros.

Não tenho a pretensão de dizer que a história, enquanto ciência não seja capaz de compreender os fatos em si, mas os métodos tanto sociológicos como filosóficos contribuem para a formação do ser pensante. Não podemos ser "radicais" sustentando apenas uma divisão das ciências mera e simplesmente. O intelectual, o acadêmico deve buscar sempre a totalidade para compreender os fatos isolados.

Quais principais vertentes ideológicas, na Sociologia, que interferem na História?

Podemos destacar três formas de ideologias: (A) Crenças; (B) Falsa consciência; (C) Ideologias provenientes de instituições sociais. Quaisquer destas formas já nomeadas interferem na interpretação da história. Porque a ideologia atua como uma forma de mascaramento das reais condições históricas

Quais diálogos entre Sociologia e História enriqueceram a História?

Antes da sociologia, enquanto ciência, o desenvolvimento da Dialética do Espírito Absoluto em Hegel pode ser tomado como um ponto, ou ainda um marco, de enriquecimento para compreender a história. Se tomarmos August Comte como ponto de partida, ainda nomearíamos: Émile Durkheim (Fato Social); Max Weber (Ação Social); Tacott Parsons (Noção de Ação) e Karl Marx (Conflito de classes sociais). Aqui ouso ainda citar Jürgen Habermas, quando ele busca uma fundamentação para ação comunicativa.

Existem dificuldades em estudar a História a partir de métodos Sociológicos?

Há dificuldades. Não podemos reduzir o estudo da história apenas aos métodos sociológicos. Eles contribuem. O problema está no recorte que é feito. Os métodos contribuem e em muito, mas o intelectual e o acadêmico não podem apenas permanecer neste tênue delimitação. É preciso ampliar e não reduzir.

Os objetos de estudo da Sociologia colaboram efetivamente para um avanço no estudo Histórico?

Sim. Pelas razões já citadas acima.

Em quais campos exatamente ocorre à influência da Sociologia na História?

A partir do Iluminismo quando a ciência é pensada de forma sistematizada que ocorre uma influência direta. Restringindo a questão poder-se-ia citar os campos da política; análise dos problemas sociais e a compreensão das instituições sociais.

Até que ponto a interferência das demais Ciências Sociológicas descaracterizam a disciplina da História?

Não há descaracterização, há complementação. Nenhuma explicação teórica, por mais bem elaborada que seja, pode esgotar completamente a explicação dos fatos e da realidade.

Quais virtudes e deficiências o historiador observa na abordagem Sociológica?

Todas as teorias têm a sua dose de acertos e erros. Nenhuma é infalível. A virtude é a contribuição e a deficiência seria a forma como o recorte histórico e o método sociológico é escolhido. Esta escolha vai condicionar a visão de realidade que obtivermos. Mas, o debate entre as diversas teorias sociológicas é uma questão que vai acrescentar a compreensão.

Como você vê o papel exercido pela sociologia na sociedade do século XIX em comparação aos dias atuais?

A sociologia no século XIX buscava respostas que dessem conta dos problemas de ordem política, econômica e cultural que se faziam necessário na transição da idade moderna à idade contemporânea. Hoje ela ainda busca respostas dentro destes três campos, mas as respostas são diferentes, porque os problemas também são, mas contribuição é o exercício de buscar respostas ainda nos dias atuais.

Qual a relação do positivismo em si com o contexto social?

A relação do positivismo em si com o contexto social está na compreensão dos três estados cometanos. Quando se busca uma analise dos fenômenos religiosos, metafísico e propriamente científico se está fundando bases para entender um contexto social e aí está a relação.

Existe alguma dúvida epistemológica entre a Sociologia e a História?

Se entendermos epistemologia como o ramo da filosofia que procura apontar os fundamentos filosóficos da ciência, acredito que não haja dúvidas. Porque dentro de cada especificidade haverá uma busca para as teorias que fundamentam tanto a sociologia quando a história.

Em 1968, os estudantes de Souborne, na França, protestando, escreveram nos muros parafraseando Nietzsche: "não teríamos mais problemas quando o último sociólogo fosse estrangulado com as tripas do último burocrata".


Autor: Albio Fabian Melchioretto