Qual é A Utilidade Da Filosofia?



Este é o primeiro impasse, de uma sociedade marcada pela busca dos resultados imediatos. Então, é considerada importante a pesquisa do biólogo na busca da cura do câncer; na escola o garoto pergunta para que estudar isto se não vou aplicar na minha profissão?

Neste contexto, a filosofia seria "inútil": não serve para resultados imediatos. Mas afinal o que é filosofia? Para Platão, a primeira virtude do filósofo é admirar-se.

Quer dizer é a capacidade de problematizar, o que marca a filosofia não como posse da verdade, mas como sua busca.  Para o filósofo alemão Kant, (Sc Xvll) "não há filosofia que se possa aprender: só se pode aprender a filosofar".

Isto significa que a filosofia é sobre tudo uma atitude, um pensar permanente. É um conhecimento instituinte, no sentido de que questiona o saber instituído.

A filosofia nos ensina a pensar criticamente é decidir racionalmente no que acreditar ou não acreditar. É usar nosso pensamento racional e ponderado para obtermos melhores resultados nas atividades que desenvolvemos no mundo. É saber julgar proposições, argumentos e opiniões e, através de investigação ativa, obter justificações para nossas decisões e crenças.

"Criticar" vem do grego "krísis, -eos, é", que significa o "exame"; o "crivo"; o "julgamento"; logo, a crítica provoca uma tensão como num julgamento, onde não sabemos para que lado penderá o nosso juízo , um conflito e, às vezes, uma ruptura com os parâmetros já estabelecidos pelos sistemas anteriores. O pensamento critico também é uma das principais formas de obtenção de conhecimento.

A filosofia espírita entra exatamente neste contexto com suas perguntas: Para que serve isto? De onde viemos? O que é o espírito? Ele existia antes do nascimento ou passou existir após este? Onde estava antes?

Por isso o espiritismo incomoda, pois é racional une Ciência, Filosofia e Religião em um corpo doutrinário que tem como principio a dúvida e o livre pensamento.

Não diz a ninguém, que fora de seus ensinamentos não há salvação.

Diz que somos livres e que responderemos pelo uso desta liberdade.

O Espiritismo é uma doutrina sobre o mundo dá nos a sua interpretação e nos mostra como nos devemos conduzir nele. É o pensamento debruçado sobre si mesmo para reajustar-se à realidade.

Poderíamos a riscar a dizer que o Espiritismo é a doutrina dos filósofos, o que quer dizer filósofo?

A palavra "filósofo" é uma palavra formada por dois termos gregos que são: "filo" "sófo". "Filósofo", portanto, vem do radical "fílos, -ou, ó", que significa "o amigo", acrescido do adjetivo "sofós, é, ón", que significa "sábio". Mas como o radical "filo-" tem o mesmo radical do verbo "filo, filei-", que significa "amar"; "eu amo", e o Adj. "sofós" tem o mesmo radical que "sofía, as, é", que sig "sabedoria", então podemos traduzir a palavra "filósofo" por: "o amigo da sabedoria", ou "o que ama a sabedoria", ou "o amante da sabedoria". O filósofo, portanto, não é um sábio, mas é o que ama o saber porque ama a sabedoria.

Em decorrência disto à palavra "Filosofia" significa "amor à sabedoria", uma vez que é formada por "filo" "sofia", e pouco tempo depois este conceito de "amor pela sabedoria" se confundiria com o próprio termo sabedoria.

Conclusão: o termo "Filosofia" significa amor à sabedoria ou, simplesmente,sabedoria.

Talvez isto que Jesus quis dizer com conhecereis a verdade e a verdade vos libertará. Para conhecer é preciso humildade de dizer eu não sei ou como afirmou; Sócrates só sei que nada sei, ai começa a busca pela verdade.

Nisto reside a utilidade da fílosofia despertar o amor á sabedoria pois o verdadeiro "diabo" é a ignorancia.

Francisco Amado

Autor: Francisco Amado