Segurança Pessoal: Cuidados Com a Segurança das Mulheres



No mês que se comemora o dia internacional das mulheres, este artigo as homenageiam, servindo para aconselhamento quanto à segurança física feminina.

Notadamente, a mulher é mesmo o "sexo forte"; sua força se faz notar em muitos sentidos – natalidade, responsabilidade da educação infantil e o esteio da família.

Contudo, com todos esses adjetivos, a mulher continua a ser um alvo principal do crime, dada sua característica física, comumente fragilizada perante o algoz masculino.

A prevenção é ainda o melhor meio para evitar ocorrências criminais; por isso, elenco alguns cuidados:

- no caso de agressão física, a melhor arma feminina é o grito, para que terceiros possam intervir na situação; lembrar que existem golpes que podem imobilizar temporariamente o agressor masculino, como chutes na região pubiana e enfiar dedos nos olhos;

- mulher é o melhor motorista, dados estatísticos comprovam isso; mas quando se trata do respeito em relação ao motorista feminino, comprovamos descrédito machista. Nessa linha de raciocínio, o marginal também opta pela vítima mulher, então vocês mulheres devem evitar dirigir sozinhas tarde da noite; não parar veículo em locais ermos, mesmo para trocar pneu ou discutir sobre pequenos acidentes provocados intencionalmente (é comum marginais baterem com seus carros em outros veículos, para que os motoristas parem, momento que ocorre o assalto) – parar somente em locais de grande aglomeração pública e acionar a polícia nos casos de suspeição; ao chegarem em casa à noite, a mulher deve observar muito bem a região antes de iniciar procedimentos de ingresso ao lar, porque geralmente esse é o momento propício ao ataque delinqüente;

- a estatística também aponta a mulher como a maior vítima dos roubos nas áreas bancárias – "as saidinhas de banco"; é importante muita atenção nas operações bancárias, ainda no interior da agência, porque a seleção da vítima acontece nesse momento – pessoas mal-intencionadas se misturam entre clientes, atentas às eventuais vítimas, repassando informações aos parceiros do crime estrategicamente posicionados fora do estabelecimento bancário e é na rua que o "bote" acontece, portanto, você mulher deve sempre se fazer acompanhar por pessoa amiga quando vai ao banco, isso inibe significativamente a ação dos marginais;

- no caso de roubo de automóvel, a mulher deve ter em mente apenas sua integridade física ou de seus afetos; procure manter a calma e explique ao seu agressor todo os passos da entrega dos bens materiais, como soltar cintos de segurança, evitando a todo custo movimentos bruscos; é importante evitar que junto do carro roubado sejam levados reféns (a mulher deve manter conduta firme no sentido da sua auto proteção, bem como, de seus entes queridos; deve também mostrar-se bastante inclinada a entregar todos bens materiais);

- durante "as curtições noturnas", as mulheres devem evitar aceitar bebidas de estranhos, principalmente as que se apresentam abertas; não podem deixar bebidas sem que alguém fique vigiando, nas escapadas para o WC; existem quadrilhas especializadas em roubar vítimas femininas, por meio de drogas que causam descontrole das percepções física-motoras, que imobilizam completamente a vítima; muitas mulheres foram vítimas de roubos e estupros, sem ao menos recordar dos fatos, tamanho poder das drogas administradas via oral, misturadas nas bebidas; outra importante informação é quanto a aparência dos marginais que integram essas quadrilhas – todos muito bem afeiçoados e trajados, hábeis no poder de persuasão; aos olhos femininos verdadeiros "príncipes"...

Elton Luiz Ribeiro – [email protected]


Autor: Elton Luiz Ribeiro


Artigos Relacionados


Grande Índio

Educação Física Escolar

Fidedignidade Do Registro De Enfermagem Relacionado Ao Trauma Físico Em Pacientes De Terapia Intensiva Devido à Restrição Física Ao Leito

Mulheres No PerÍodo ClimatÉrico: InfluÊncia Na Qualidade De Vida

Resumo Histórico Sobre Os Médicos Sem Fronteiras

A Inadimplência E A Suspensão Do Fornecimento De Energia Elétrica

Educação Física E Qualidade De Vida