SECADORES DE LÂMINAS DE MADEIRA: VERIFICAÇÃO E AJUSTE DA VAZÃO DOS DUMPERS



Ernesto Augusto Pfuetzenreuter Garbe

Diretor e Consultor da EAGARBE – eagarbe@eagarbe.com.br


A secagem adequada da madeira irá colaborar para a redução dos custos de produção (perdas de madeira) e na qualidade do produto final. Os padrões de qualidade exigidos pelo mercado consumidor tendem a ser cada vez maiores. O entendimento da secagem é fundamental para o desenvolvimento da indústria de produtos de madeira.

A vazão interna de ar na câmara de secagem é de suma importância para a retirada da umidade existente na superfície da madeira que se está secando. Esta vazão é fator influente na velocidade da secagem, bem como na uniformidade da umidade. Também realiza a convecção forçada do calor. A vazão de entrada e saída de ar determina a renovação de ar seco para dentro do secador, ou seja, realiza a desumidificação do ar já saturado com umidade.

Para uma secagem com maior homogeneidade, bem como menor perda de energia para o meio externo, faz-se necessário o ajuste da renovação de ar seco. Desta maneira poderão ser obtidos resultados bastante satisfatórios, como o aumento de produtividade, diminuição de perdas energéticas e melhor distribuição de umidade entre as lâminas. Para isto, criou-se uma metodologia de ajuste, sendo necessário seguir alguns passos, visando a realização da adequação.

MEDIÇÃO DA VAZÃO DOS DUMPERS ATUAL

Considera-se para vazão de renovação de ar a mesma vazão da saída dos dumpers, para secadores de lâminas convencionais existentes no Brasil. As vazões dos dumpers são calculadas em função de duas variáveis.


Autor: Ernesto Augusto Garbe - EAGARBE


Artigos Relacionados


ParÓdia: Tema : O Sol E A Terra ( Os Astros )

Angústia

Sem Querer Querido!

Dia Das MÃes (peÇa De Teatro Infantil)

Palavras

About Me

Mar Dos Sonhos