Inclusão de Pessoas com Deficiência nas Empresas



Por Regiane Aracele Gonçalves

O mercado de trabalho para profissionais com deficiência vem passando por uma fase de “trampolim”, ou seja, de crescimento com relação ao aumento do número de vagas e contratações. Por outro lado, empresas e pessoas com deficiência ainda vêem enfrentado “barreiras” como, por exemplo, a falta de capacitação profissional que é às vezes um impeditivo para ambas.

Entende-se que pessoas com deficiência possuem suas limitações, e que estas devem ser consideradas pelas empresas uma vez que também estão caminhando para superação. E afinal, a gente é gente...

“Outras, no entanto, é nítida presença deste paradigma para permanecerem em seus “casulos”, culpando “o mundo” e evitando assim entrar em contato com a realidade”. Ou aproveitam este momento para se beneficiarem.

Algumas empresas já estão promovendo cursos de capacitação para contratação dessas pessoas, porém outras estão contratando apenas as que possuem o perfil de sua estrutura organizacional.

Não obstante, parece que este “trabalho” deve ser executado não só por pessoas com deficiência e empresas, mas também pelo Estado, ou seja, ocupação feita por “seis mãos” justamente porque temos um sistema educacional ainda precário. O que para Clemente (2003) isto é considerado um dos entraves mais graves, pois está envolvido diretamente com pessoas com deficiência e Estado. Talvez seja necessário investir mais na educação e empresas e pessoas com deficiência partirem mais para ação.

Antigamente pouco se falava sobre a inclusão de pessoas com deficiência nas empresas, não havia efetivo cumprimento; preconceito, estigma e discriminação proliferavam, enquanto que atualmente ainda proliferam mais com uma proporção menor. Ciampa ([1987] 2005) acredita que é através da relação social que indivíduos exercem atividades no mundo, no entanto é preciso analisar pessoas como seres entre si e não apenas isoladas.

Nota-se, de qualquer forma que este novo cenário vem apresentando mais forma porque também foi revigorada e inserida a Lei de Cotas, o que tem sido um dos principais instrumentos geradores de vagas para pessoas com deficiência. Jaime (2006) diz que este panorama reflete na mudança de exclusão para inclusão dessas pessoas que há pouco tempo contribuía com uma situação de marginalidade no qual pessoas com deficiência estavam submetidas.

As fiscalizações continuam, porém evidenciam que este trabalho ainda não é 100%. Porque será?

Enfim, por conta destes ”questionamentos” clarifica que empresas, pessoas com deficiência e Estado ainda têm pela frente grandes desafios visto que precisarão adaptar-se cada vez mais a uma série de “exigências”, tais como: remover obstáculos e promover acessibilidade; capacitar e integrar funcionários, preconceito envolvido pelas partes, abrir mão da renda previdenciária, dentre outros.

E, afinal qual será o significado dos projetos de inclusão de pessoas com deficiência nas empresas?

Envolver se mais com suas responsabilidades sociais que há pouco tempo atrás, organizações contratavam essas pessoas apenas para não serem autuadas, o que atualmente ainda acontece, porém muitas já estão conscientes e contratam pessoas de forma correta e digna.

Pois é: se cada um fizer sua parte, aos poucos e cada vez mais, conseguiremos partir para um mundo menos desigual, mais humano e igualitário.

* Regiane Aracele Gonçalves é Psicóloga Organizacional e Clínica.
E-mail: rea_goncalves@hotmail.com


Referências Bibliográficas:

CIAMPA, Antonio da Costa. A estória do Severino e a história da Severina. Um ensaio de Psicologia Social. Quarta Edição, SP: Brasiliense, ([1987] 2005).

CLEMENTE, Carlos Aparício. Trabalho e Inclusão Social de Portadores de Deficiência. Primeira Edição. Osasco, S.P: Editora Peres, 2003.

JAIME, Lucíola Rodrigues. Empregabilidade cresce, mais ainda há entraves para barrar a exclusão, 2006. Disponível em: http://www.saci.org.br>. Acesso em 20 Maio. 2009.
Autor: Regiane Aracele Gonçalves


Artigos Relacionados


Inteligência De Mercado é Destaque Na Folha De S.paulo

A InclusÃo E A QuestÃo Ambiental

O Que é O Esporte Adaptado? - Cultura Ou Mídia?

Da Sensação Do Místico

A Criança E A Síndrome De Down

'afinal, Para Que Servem As Leis?'

Sobre A Crise