Palestrante Agiganta Vendas?



Nenhuma pessoa é digna de tuas lágrimas, e quem as merece não te fará chorar.(Gabriel Garcia Marques)

Ao aconselhar empresários “Frederic Fouchet”, psiquiatra alemão, justifica: os prismas movimentados para que o cérebro humano opere, são constituídos por meio do comando das ondas Alpha, Beta, Delta e Teta, cada uma destinada a uma ação específica.

Seguro de que falar de causa não irá produzir o necessário e esperado efeito, não desejo acrescentar mais aborrecimento ao leitor, com o volume das vendas do jeito que se encontra. Sem contar com o sacrifício das margens de lucro, que de modo geral têm sido arremessadas pra cucuia.

Sentirei prazer, sim, e que satisfação! Se, após seu contato com as experiências a seguir descritas, receber informações de sua empresa, dizendo do seu sucesso com a prática alguns dos princípios, que com carinho tentarei apresentar.

-- Você agüenta continuar lendo? Obrigado!

Certa organização mundial, contratara os serviços de um palestrante para disseminar no Brasil, a venda corporativa de antivírus de computador. O mais surpreendente de tudo foi a abordagem, completamente interativa. Não houve um único momento em que o produto fosse chamado por ele de antivírus. Para este palestrante, essa palavra é pejorativa, está voltada para o amadorismo, sendo a mesma substituída por “código malicioso”.

Ao cabo de duas horas, os presentes encontravam-se prenhes de conhecimentos jamais imaginados sobre o “código malicioso”. Quatro regras importantes compunham o modelo que o palestrante passara:

1 - Capilaridade Global (presença da empresa em todos os continentes)
2 - Roupa nova para o antivírus (“código malicioso”. Produto com valor ajoujado)
3 - Abordagem (não vender antivírus. Malhar com o “código malicioso”)
4 - Interesse no mercado corporativo brasileiro (milhões)

Segundo o palestrante, a empresa ungira o mercado com milhões de euros investidos na Europa, e Ásia. O olhar do presidente da firma, estaria agora voltado para a terra do presidente Arbusto (Bush em inglês).

Como o palestrante propositadamente se omitisse, alguém perguntou:
-- O foco do presidente está lá fora. E o Brasil, fica com a miopia?

-- Parabéns! Você acaba de descobrir um forte argumento de vendas. O presidente está mudando a residência para São Paulo. Daqui do Brasil ele focará não somente os Estados Unidos, mas o resto do mundo. As novas vacinas antes de serem disponibilizadas, já serão conhecidas de nossos patrícios e estaremos um passo à frente em segurança. Nossa empresa investirá pesado no Brasil.

Naquele bimestre, motivada pelo Palestrante, a empresa de Bob, que justamente não vendia antivírus, por ser considerado produto pertinente a um nicho de pouca lucratividade, alcançara os primeiros resultados, levantando mais de 40 milhões de euros em novos negócios.

Bob é um espirituoso empresário carioca. Sua importância?... Viajou para Londres (Inglaterra) cerca de setenta vezes, para tratar de negócios. Se você disser: como esse cara é chato! Até um bebê sabe que Londres fica na Grã Bretanha, não terei nenhum constrangimento em redargüir: o que farei então, com a cidade do mesmo nome, que fica no Canadá?

Ih! Esqueci de falar: Bob desenvolveu um software que foi lançado nos Estados Unidos e inclusive foi utilizado em um Congresso mundial com a presença de presidentes de 120 países. Outra informação do Bob é o nome de um carro que ele cognominou de Cheiroso, conforme meu artigo “Nariz Digital”...

Outro dia estive na empresa de informática de Bob.
-- Tudo Bem Carl! -- cumprimentei.
-- Fala Landim – respondeu com um sorriso de apresentador do Jornal Racional, o muito simpático sócio do Bob.

Tivemos uma conversa extremamente agradável e como novidade, soube do Palestrante Mario Persona, que com sua Palestra “Lista de Schindler” transformara pontos de vista dos empregados. Estes, enjoados de tungar a choldra (dar pontapés no senso comum), perceberam a tempo, que parar de piorar, apenas estabilizaria suas angústias, não lhe retornando a menor alegria ($$$).

Se você está com muita pressa de sonhar, separe 120 euros, vá até o Japão e compre o equipamento “Yumemi Kobo”. Escolha um tema, programe seu sonho e vá dormir. Acordará todo satisfeito de ter sonhado exatamente com o assunto com o qual imaginou. Durante a semana, descobrirá ter perdido o valor investido na viagem e na compra de um produto meramente cosmético. Estará tão danado, que se recusará a enxugar suas próprias lágrimas.

Quando nos defrontamos com situações, estamos diante da chance de colocar as idéias em perspectiva, viajando rumo à reflexão. Selecionada a melhor alternativa, poderemos direcionar a mente para a geração de resultados que assegurem o "descortinamento" do futuro pretendido, podendo mesmo, ultrapassá-lo.

Vender antivírus seria uma possibilidade no horizonte. Vender corporativamente o “código malicioso” constituir-se-ia em vendas gordas e lucros com o bom colesterol (hdl).
Se alguém pode mudar a história, que tal você?

O Palestrante Mário Persona foi muito elogiado pelo pessoal do Bob, que estava em uma palestra para venda de soluções em telecom. Os empregados do Bob disseram que o Mario passou conhecimento, supressão de estresse, além da conseqüente e desejada paz.

Quando se lida com um personagem o que faz sentido é ter uma pauta positiva, levando adiante o processo com Treinamento e Capacitação.

Antes de me despedir do Carl perguntei pelo Bob.
-- Landim. Você sabe que Bob é um cara sinistro né verdade? Sabe o que ele fez? Foi fazer um treinamento em Londres (Canadá).
-- Com essa enxurrada de vendas, imagino que tenha viajado em seu próprio avião --brinquei.
Terminando a terceira xícara de café, ganhei outro gostoso sorriso de meu amigo Carl e um grande abraço. Este, feliz em me ver, fez sua única pergunta:

-- Landim. Não foi lendo Frederic Fouchet, que conseguimos sair do marasmo e construímos um pensamento agigantador de vendas. Você sabe que depois de passarmos por estes dois palestrantes, foram incorporadas à nossa história, as mais positivas experiências de sucesso?

Respondi com outra pergunta:

---Palestrante Agiganta Vendas?

----------------------------------------------------------------------------------
Escrito por:
Gilberto Landim
palestrante@vendasplus.com.br
www.vendasplus.com.br
Autor: Gilberto Landim


Artigos Relacionados


Machado De Assis - Criatividade - Plus

Palestrante - Motivação Não Volátil?

Palestrante De Vendas?

Palestrante Engajado Ou Placebo

Cacife Pra Cachorro!

Regra De Paladium, Vende Mais?

Você Gosta De Vender ?