Inteligência Emocional. Você precisa dela...



Inteligência Emocional. Você precisa dela...

“- Mas ele sempre teve ótimas notas e um preparo técnico excelente. Como não consegue ficar nos empregos nem levar os negócios adiante?”

Talvez você já tenha ouvido comentários como este. Centenas de pesquisas realizadas em empresas em diversos países do mundo e relatadas por Daniel Goleman e no meu livro “Sinto , Logo Existo”, onde explano sobre inteligência emocional e auto-estima, mais de dois terços do sucesso pessoal e profissional se deve à competência emocional e apenas um terço é creditado ao preparo técnico e cognitivo do qual se ocupam nossas escolas. Também demonstram que, quanto mais alta a função nas empresas, mais se ressalta a importância da competência emocional. Essas pesquisas indicam que o profissional de alto Quociente Emocional capta, mais rapidamente que os outros, os conflitos, as lacunas e os pontos fracos que precisam ser corrigidos. Minha experiência nas dinâmicas e o que oa participantes relatam em mais de mil eventos com empresas e escolas, ao longo de vinte anos confirmam claramente estas conclusões.

Podemos definir a Inteligência emocional como a capacidade de identificar sentimentos próprios e os dos outros, de motivar a si mesmo e de gerenciar bem as emoções dentro de si e no relacionamento com os outros. Inclui a capacidade de aplicar eficazmente o poder e a perspicácia das emoções como uma fonte de energia, informação, influência e conexão com outros seres humanos. A inteligência emocional se compõe de alguns elementos básicos como o auto-conhecimento, auto-regulação, a auto-motivação, a empatia e as habilidades de relacionamento.

O Auto-conhecimento é a chave da inteligência emocional é sermos capazes de perceber-nos e reconhecer um sentimento enquanto ele ocorre, e sabermos utilizar as preferências que guiam nossa tomada de decisão. É sabermos fazer uma avaliação realista de nossas habilidades, fragilidades e pontos fortes. É possuirmos autoconfiança e reconhecermos a intuição. A falta de habilidade de reconhecer sentimentos próprios deixa-nos à mercê de nossas emoções e impulsos. Quando esta habilidade está presente temos um melhor domínio de nossa vida.

A Auto-regulação é a habilidade de lidar com os sentimentos próprios, adequando-os à situação. Inclui o autocontrole, a superação das frustrações, a capacidade de adiar a satisfação objetivando alcançar uma meta, a recuperação das aflições emocionais. Pessoas pobres nessa habilidade têm dificuldade de se recuperar de aflições e afundam freqüentemente em sentimentos de incerteza. As pessoas que possuem melhor controle emocional tendem a recuperar-se mais rapidamente dos reveses e dificuldades da vida.

A Auto-motivação consiste em dirigir emoções a serviço de um objetivo, a partir das preferências pessoais mais profundas. É uma habilidade essencial para uma pessoa manter-se determinada a alcançar suas metas, ter iniciativa, ficar sempre no controle da situação e usar a criatividade na busca de soluções. Pessoas com essa habilidade tendem a ser mais produtivas e eficazes, qualquer que seja o seu empreendimento. A auto-motivação é característica marcante dos grandes líderes.

A Empatia é a capacidade de sentir o outro, de reconhecer suas necessidades e desejos e de identificar e pressentir sentimentos e emoções em outras pessoas. É a capacidade de colocar-se no lugar do outro, de sentir-se como se fosse o outro, como se vestisse a sua pele, de situar-se na perspectiva alheia, criando sintonia através da linguagem verbal e não-verbal, de gestos e atitudes. A empatia facilita o auto-conhecimento e a auto-conscientização, na medida em que possibilita compartilhar e receber informações a respeito da atuação própria. Propicia relacionamentos mais saudáveis e gratificantes.

A arte do relacionamento é, em grande parte, a habilidade de lidar bem com os sentimentos, de dar e receber afeto, de ouvir e se fazer ouvir e de interagir de maneira harmônica e produtiva. Estas habilidades são a base de sustentação de popularidade, liderança e eficiência interpessoal. São fundamentais para liderar, negociar e solucionar divergências, para a cooperação e para o trabalho em equipe. Pessoas com essa habilidade são mais eficazes nas situações de interação. Para utilizar esta habilidade em alta performance é necessário saber dar e receber feedback de uma maneira eficaz, assertiva e autêntica, além de saber ouvir e reagir positivamente às críticas.

Felizmente estas habilidades podem ser desenvolvidas em todas as idades e hoje existem recursos para isto. Pessoas que desenvolvem a inteligência emocional são diferentes e fazem a diferença. São mais tranqüilas, compreensivas, dispostas, receptivas, humanizadas e criativas e sem dúvida mais saudáveis e felizes.


Reprodução autorizada desde que mantida a originalidade do texto, mencionando o autor Dr. Deroni Sabbi o site www.sabbi.com.br e comunicada sua utilização através do e-mail palestras@sabbi.com.br

www.sabbi.com.br
palestras@sabbi.com.br
Autor: Deroní Sabbi


Artigos Relacionados


Marketing Pessoal E Inteligência Emocional

Inteligência Emocional é Fator De Sucesso

Inteligência Social E Gestão De Carreira

Monografia InteligÊncia Emocional

A Importância Da Inteligência Emocional Na Educação

A Importância Do Controle Das Emoções

Inteligência Profissional