Esperança



Esperança

 

Nós os que enchemos em vão,

Os pomposos cânticos de esperança.

Querendo mudar os homens,

E seus atos de vinganças.

 

Gênios da inculta pátria,

Que inspira harmonia.

A um povo sofrido e triste,

Em busca de esperança e alegria.

 

Graças a essa inculta liberdade,

Invisível que poucos vêem.

Que nos leva a despertar,

O desejo de amar e viver.

 

Mesmo poucos, tristes e desanimados,

Lutamos com palavras.

Nesse imenso Brasil sofrido,

Deus está ao nosso lado.

 

Autor: João do Rozario Lima

E-mail. Joanzinhorosario31@hotmail.com

 


Autor: João do Rozario Lima


Artigos Relacionados


Sombras Da Vida

Mar Dos Sonhos

Esperança

Noiva

O Amor

Filho

Mestres