Injustiçados



Injustiçados

 

 

Vou contar-lhes uma história,

Em forma de poesia.

O que conto é verdadeiro,

Isso não é fantasia.

 

Servidores de Rondônia,

Trabalhavam com alegria.

Inventaram a folha inchada,

Isso que é fantasia.

 

Jogaram os pobres na rua,

Como fosse ventania.

Não olharam se eram velhos,

Ou se tinham eles famílias.

 

Esses velhos foram novos,

Quando em Rondônia chegaram.

Gastaram a juventude,

Hoje estão abandonados.

 

Este mundo em que vivemos,

É difícil de entender.

Com tantas maldades na terra,

Só vêem o que querem ver.

 

Autor: e Escritor.  João do Rozario Lima

E-mail. Joanzinhorosario31@hotmail.com

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Autor: João do Rozario Lima


Artigos Relacionados


Sombras Da Vida

Mar Dos Sonhos

Injustiçados

O Amor

Cidadania

Filho

Noiva