RGP: Não vou ficar calado ! - Por Ramon Tessmann



RGP: Não vou ficar calado!
Por Ramon Tessmann

No último fim de semana participei do “maior evento gospel da América Latina”. As aspas servem para indicar que o evento, que mais pareceu um acidente de percurso da Igreja, não foi nem de longe o maior da cidade onde estava sendo realizado. Não querendo dramatizar a situação defini tudo o que vi como o maior fracasso dos últimos anos. E chamar de “fracasso” seria apenas o começo dos elogios.

Pegamos o avião em Florianópolis e voamos para nosso destino. Alguns dos maiores nomes da área do louvor estariam lá. Alguns cantores gospel também. Esperava-se por volta de 700.00 pessoas. Quando chegamos ao local do evento nos espantamos ao ver as três estruturas de palco montadas. Som e iluminação de última geração. Quase 500 metros para se chegar aos palcos. Mais ou menos 150 seguranças só na parte de dentro.

Mas a medida que passamos pela bilheteria em direção ao palco 1 começamos a perceber algo estranho no ar. Ninguém sabia quem era o organizador do evento, ninguém sabia quem iria ministrar, e a estrutura não era 30% daquela prometida em toda a propaganda feita. Enquanto alguns cantores não apareciam para ministrar, outros apareciam para se apresentar. Deu de tudo! E assim o evento foi decorrendo “normalmente” até que se chega o dia do encerramento: o grande sábado!

Acordamos, saímos do hotel e seguimos em direção ao evento com grande expectativa de que Deus estivesse naquele “show”, vamos assim dizer, para fazer aquilo que não aconteceu nos dois dias anteriores. Quando chegamos no local vimos alguns “desesperados” tentando obter seu dinheiro de volta, já que o evento havia sido CANCELADO. Os organizadores, que até hoje sumidos estão sem dar explicações, simplesmente não conseguiram arcar com as despesas e decidiram ficar com o dinheiro dos ingressos que foram pagos antecipadamente. Soube até que o povo ameaçava “organizar” um quebra-quebra. Já que eram cristãos poderiam organizar um ora-ora, ou um arrepende-arrepende, ou talvez um confessa-confessa, já que toda esta situação certamente desagradou a Deus profundamente.

Não sei o que havia no coração dos organizadores ou dos participantes deste evento. Seja lá o que foi, o nosso próximo ato como Igreja é se arrepender, dobrar os joelhos no chão e pedir misericórdia a Deus, por pensar que podíamos adorar a Ele na Torre de Babel. Uma grande lacuna foi deixada no mundo natural, que trará conseqüências no mundo espiritual. E todas estas falhas prestam um grande desserviço para a causa de Cristo, se confirmando quando ouvi de um policial lá no evento: “É, acho que os irmãozinhos fugiram com o dinheiro de vocês!”. É isso que o Diabo quer e foi isso que foi oferecido ao Inimigo de nossas almas no “maior evento gospel da América Latina”.

Não posso deixar de citar alguns ministros que lutaram para levar o povo à adoração mesmo em meio a toda a confusão, continuem assim: Fernanda Brum, Ludmila Ferber, Roberto Marinho, Com. de Goiânia, Adhemar de Campos, e muitos outros. Vocês são exemplo e referencial para mim!


Um abração em Cristo Jesus
Ramon Tessmann
http://www.ramontessmann.com.br
ramon@vidanovamusic.com
Autor: Oxigenio Records


Artigos Relacionados


Adoração: Rotina De Igreja ? - Por Ramon Tessmann

Adorazione No Gospel Music In Concert

Conheça O Ministerio De Ramon Tessmann

Ii Campanha Os 7 Mergulhos De NaamÃ

"deus Não Existe. Rasgo Minha Bíblia!"

Ministrando A Deus Ou Aos Homens ? - Por Ramon Tessmann

"deus Não Existe. Rasgo Minha Bíblia!" - Por Ramon Tessmann