Mudanças do paradigma em Administração de Bibliotecas



Apresentado ao VIII CINFORM, Salvador (BA) junho 2008. MUDANÇAS DO PARADIGMA EM ADMINISTRAÇÃO DE BIBLIOTECAS EDUARDO S. ALENTEJO * (alentejo@oi.com.br) RESUMO Trata sobre administração de bibliotecas sob o paradigma moderno em Administração. Através de revisão de literatura consta-se uma deficiência na área de biblioteconomia em coadunar as propostas em administração, disponíveis na literatura biblioteconômica, com as práticas na biblioteca. Revela a aplicação do novo paradigma da administração na atuação do bibliotecário. O que reflete a necessidade de atualização das grades curriculares em sua formação profissional. Para tanto, releva estudos em administração e programas de gestão empreendidos em Peter Drucker ([1998]), Lovelock e Wrigth (2002) e em planejamento de gestão de bibliotecas em Barbalho e Beraquet (1995). Informa sobre práticas de ferramentas de gerenciamento e foca o ambiente externo como possibilidade de mudanças positivas para a biblioteca e o contexto institucional onde se está inserida. Conclui que é necessário o bibliotecário ser empreendedor o bastante como uma possível expressão da quinta lei da Biblioteconomia, proposta por Ranganathan. Palavras-chave: Administração Moderna de bibliotecas. Empreendedorismo. Programas de Gestão para bibliotecas. Paradigmas em organização dos sistemas de informação . *Professor Mestre em Memória Social e Documento (UNIRIO), Disciplinas de Bibliografias, Serviço de Referência e Coordenador de Estágio na Escola de Biblioteconomia da UNIRIO.
Autor: Eduardo da Silva Alentejo


Artigos Relacionados


AdministraÇÃo Na Perspectiva Humanista

Afinal, O Que Vem A Ser Gestão Empresarial?

Referência Como Estratégia De Marketing

Uma Pequena Reforma De Muitas Para O Estado

A Aplicação Empresarial Da Contabilidade Gerencial Como Um Instrumento De Informação Para Gestão Empresarial

Biblioteca Pública Municipais Da Região Oeste Da Grande São Paulo

Administração