Tributos Bacterianos



Recentemente uma médica palestrante dizia que vivemos em meio a milhões de bactérias, até ai nenhuma novidade. Elas sempre serão encontradas não importando aonde você vá. Segundo o Discovery Channel, três milhões de bactérias vivem em uma pessoa saudável e normal. Dizia ainda, que dependendo do estado mental do indivíduo as bactérias poderão se manifestar de acordo com os comandos que são enviados através do cérebro.

Exemplo bem simplório disso: Um indivíduo que é acometido de um leve resfriado mas, que dá a ele a dimensão de uma doença muito grave, neste caso as bactérias irão atacá-lo de forma a obedecer ao comando emitido pelo seu estado mental, assim o que era um simples resfriado poderá realmente se tornar uma doença muito grave.

Já um outro indivíduo que tenha o mesmo sintoma, porém com uma visão menos dramática, conseguirá inibir qualquer tipo de manifestação bacteriana.

Você deve estar se perguntando e o que isso tem a ver com tributos?

Também não sei... Mas, fico pensando como o Dr. Lair Ribeiro tinha razão quando escreveu em seu livro "O sucesso não ocorre por acaso" a seguinte frase: "Quando se tem um prego em mãos, a primeira coisa que conseguimos pensar é num martelo".

Como não posso desassociar-me da área tributária, logo me pego a comparar bactérias x impostos - impostos x bactérias e continuo imaginando... Ao utilizar-me da técnica citada pela doutora, poderei perfeitamente controlar as bactérias de acordo com o meu estado mental e caso aconteça algum imprevisto, ainda assim, terei mais uma chance de neutralizá-las através do uso de medicamentos.

Já com os tributos... Segundo dados do IBPT - Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário o brasileiro trabalha 5,5 meses durante o período de um ano, somente para pagar tributos, taxas e contribuições das esferas, federal, estadual e municipal, o que equivale dizer, que a cada R 1.000,00 recebidos pelo trabalhador, R 361,11 são destinados aos pagamentos dos tributos.

Enquanto convivemos de forma amigável com três milhões de bactérias... Do outro lado da linha tentamos de forma menos amigável sobreviver as 61 modalidades de tributos, taxas e contribuições existentes no Brasil...

E neste caso meu amigo... tenho certeza de que nosso estado mental possue a mesma programação.

Autor: Miguel Viscardi


Artigos Relacionados


DÊ Carona A SaÚde !

Enterobactérias Em Peixes De Rios De Uma área Preservada

RelaÇÃo Entre InfecÇÃo DentÁria, DoenÇas Renais E Partos Prematuros

É Normal Haver Sangramento Gengival Com O Uso Do Fio Dental?

Organismos Diazotróficos?

Analise Microbiológica De Águas Superficiais Do Riacho Bacuri

Dia Da Liberdade De Impostos