Dicionßrio De Termos Nordestinos ľ Parte 3



CACULO (ú) Prato com comida demais. Algo demasiadamente cheio.

CACUMBI Grupo folclórico formado só por homens que dançam em homenagem aos santos padroeiros dos negros, São Benedito e

Nossa Senhora do Rosário.

CACUNDA Costas, dorso.

CADEIRAS Quadris, quartos.

CAFUÇÚ - Pessoa desajeitada, mal vestida, mala.

CAFUNDÓS DO JUDAS - Lugar distante.

CAGADO - Sortudo.

CAGADO E CUSPIDO - Encarnado e esculpido. Idêntico, igual, muito parecido.

CAI DE PAU – Quem acusa.

CAIPORA - Quem fuma muito.

CAIR CACAU - Chover.

CAIXA-DO-PEITO - Tórax. Cavidade torácica onde ficam os pulmões e o coração.

CAIXÃO - Caixão 1. Batente. Peça de madeira onde a porta ou janela se encaixa ao fechar. 2. Algo perigoso que pode causar algum

problema ou a morte.

CAIXA-PREGOS - Lugar afastado, distante, de acesso difícil.

CAJURANA - Homem vestido de mulher em festa pré-carnavalesca.

CALANGO - Lagarto pequeno, típico do Nordeste.

CALÇOLA - Calcinha.

CALIBRADO – Meio tonto.

CALIFOM - Sutiã.

CALOMBO - Inchaço na pele.

CALUNGA - Camundongo. Rato muito pequeno.

CAMBADA - Grupo de pessoas desprezíveis.

CAMBAIO - Que tem as pernas arqueadas para dentro.

CAMBALAFOICE - Amante, namorado.

CAMBÃO - Mulher feia.

CAMBAPÉ - Rasteira.

CAMBITO - Perna fina.

CAMBOTA – Pés separado (10 para 3).

CAMINHÃO DE FEIRA - Caminhão pau-de-arara. Caminhão coberto, com bancos de madeiras longitudinais na carroceria usados para transporte de pessoas.

CANECO – Copo pequeno.

CANELAU - gente pobre, plebe rude.

CANGA - Peça de madeira que une um grupo de bois para o trabalho.

CANGACEIROS - Grupo folclórico que canta e dança representando os cangaceiros.

CANGALHA - Suporte colocado no lombo dos animais para transporte de carga.

CANGOTE – Nuca.

CANGUINHAS - Ávaro, mão-de-vaca, somítico.

CANJICA - Curau. Mingau com grãos pilados de milho que se come cozido em água e sal ou com leite e açúcar.

CÃO CHUPANDO MANGA - Corajoso, competente.

CAPA-DE-SELA Amante.

CAPÃO - Frango capado.

CAPAR O GATO - Ir embora, fugir.

CAPIONGO – Tristonho

CAPOTARIA - Oficina para conserto de estofados de carro.

CAPOTE - Casaco.

CAPUCHO (CO) - Sabugo. Espiga de milho sem os grãos.

CARÃO - Bronca, repreensão.

CARECER - Necessitar, precisar.

CARITÓ - Solteirona. Mulher que envelhece sem conseguir casar.

CARNE MOQUEADA - Carne defumada e salgada.

CARNE-DE-SOL - Carne de vaca, sem ossos, cortada em tiras ou mantas, levemente salgada e seca ao sol. Não é prensada e é mais

avermelhada do que a carne-seca.

CARNE-SECA - Charque, jabá. Carne de vaca, sem ossos, salgada, comprimida e seca ao sol em mantas. É menos avermelhada do que a carne-de-sol.

CARRADA - Grande quantidade.

CARRAPICHO - Pão doce coberto com pequenos pedaços de coco.

CARREGADO - Pessoa complicada ou comida de difícil digestão.

CARREGO (Ê) - 1. Carga, frete. 2. Pilha elétrica.

CARREIRA - 1. Correria, corrida veloz. 2. Fila, fileira. trilha.

CARROCEIRO - Condutor de carroça puxada por cavalos.

CARTA - Habilitação. Carteira Nacional de Habilitação.

CARURU - Creme ou pasta feita com quiabo, camarão, castanha, leite de coco, amendoim, peixe, azeite-de-dendê, pimenta, etc.

CASA-DA-PESTE - Lugar afastado, distante, de acesso difícil.

CASA-DE-ANDAR - Sobrado. Casa de dois ou mais pavimentos.

CASADINHO Biscoito pequeno recheado com goiabada.

CASA-DO-CHAPÉU Lugar muito distante ou desconhecido.

CASCUDO – Tapa na cabeça, cocorote.

CATABÍ - Buraco na estrada (Esta estrada está cheia de catabí)

CATABIL - 1 Buraco na pista. Acidente de terreno que origina o solavanco de veículos 2. O solavanco ou choque produzido pelo

buraco na pista.

CATENGA - Lagartixa escura.

CATOTA – Meleca.

CATRAIA - 1. Mulher muito feia. 2. Prostituta.

CATREVAGE - Gente cafona (isso parece um galicismo).

CAVACO-CHINÊS - Em São Paulo é chamado de beiju ou biju. Massa seca em forma de cilindro. O vendedor anuncia a sua presença na rua com um triângulo de metal batendo numa madeira.

CAVILAÇÃO – Dengo; chorão.

CAVOUCAR - Cavar, escavar.

CERCAR LOURENÇO - Arrudiar, não ir direto ao assunto.

CEROTO - Sujeira preta na pele devido a falta de banho.

CHABOQUE - Tampo. "Chico deu uma topada que tirou o chaboque do dedo".

CHABU - Falha na explosão de fogo de artifício.

CHÁ-DE-BURRO - Canjica. Mungunzá. Mingau de milho brancocozido com leite de coco ou de vaca, temperado com sal e açúcar.

CHÃ-DE-DENTRO - Coxão mole. Carne da parte interior da coxa doboi.

CHÃ-DE-FORA - Coxão duro. Carne da parte exterior da coxa do boi.

CHAPA - Radiografia; dentadura.

CHAPARIA - Funilaria, lanternagem.

CHAPEU DE TOURO - Chifre.

CHAPULETA – Cabeça do pau, Anel

CHAPULETADA - Porrada

CHAVE - Entrada, sinal. Primeiro pagamento na compra de um imóvel.

CHEGA! CHEGA! - Venha rapidamente! Ajude-me!

CHEGANÇA - Dança que representa a luta travada pelos cristãos para batismo dos mouros (turcos).

CHEI DOS PAU - Bêbado.

CHEIRADA - Quando o jogador não acerta a bola; furada.

CHIBATA - Coisa grande, pênis.

CHIBATADA- Pancada.

CHIBIU - Órgão genital feminino, buceta

CHICOTE - Bunda, nádegas.

CHINFRIM - Vagabundo, sem valor.

CHIRINGAR - Esguichar água ou outro líquido, jato de liquido.

CHOPARIA - Choperia. Local onde se serve chope.

CHUCHAR - Cutucar, pulsar.

CHULIPA - Tapa na orelha com um dedo no sentido vertical.

CHUMBADO – Bêbado, doente.

CHUPÃO - Cabra que gosta de chupar pau.

CHUPETA - Menino chorão.


Autor: Nilson Maranhao Moreira


Artigos Relacionados


Gest´┐Żo De Armaz´┐Żm

Saudade

10 Poderosas Palavras Que Vendem Valor

A Log´┐Żstica Como Diferencial Competitivo

Com Tudo E Sem Voc´┐Ż

Lbv Em Po´┐Żos De Caldas Realiza Entrega De Certificados Dos Cursos De Inform´┐Żtica E Maquiagem

Tu Tens Valor!