Os Contos De Fadas: Da Tradição A Contemporaneidade



A origem das fadas

A palavra Fada, etimologicamente provem do latim fatum (destino, fatalidade, oráculo). As fadas, como mencionamos no item anterior, são de origem celta e pertencem a área dos mitos. Elas ocupam um lugar central na estrutura dos mitos e contos de fadas, pois detêm o poder de tornar possível a realização dos sonhos e/ou ideais inerentes à condição humana. Esses seres fantásticos ou imaginários são dotados de grande beleza e se apresentam sob a forma feminina.

Segundo Chevalier (apud Oliveira, 1999), as fadas representam simbolicamente a capacidade que o homem possui para construir, na imaginação, os projetos que não pode realizar.

Pomponius Mela, geógrafo que viveu no século I da nossa era, afirma que existiam na "Ilha do Sena, nove virgens dotadas de poder sobrenatural, meio ondinas e meio profetisas que, com suas imprecações e seus cantos, imperavam sobre o vento e sobre o Atlântico, assumiam diversas encarnações, curavam enfermos e protegiam navegantes." (apud Coelho, 1991) .

As fadas são seres imaginários, dotados de virtudes positivas e poderes sobrenaturais, ligadas intimamente à natureza. Elas são estudadas nas mais diversas áreas do conhecimento e têm sido interpretadas de diferentes maneiras.

Em certas tradições, as fadas são fiandeiras, como as "Parcas". Em novelas de cavalaria germânicas, recebem nomes como "damas brancas, verdes ou negras", conforme as cores definidoras dos cavaleiros a quem protegem. Psicologicamente, são apontadas como símbolos de nossas faculdades. Do ponto de vista religioso, seria a personificação dos estágios da vida espiritual. Conforme a versão esotérica, as fadas simbolizaram os poderes sobrenaturais da alma ou da mente humana, ainda desconhecida do comum dos homens.

Na tradição celta, as fadas são como "mestras de magia", elas simbolizam os poderes paranormais do espírito ou potencialidade da imaginação. Também eram vistas, por certos povos, como Mensageiras do Outro Mundo, que viajavam, muitas vezes, sob a forma de pássaro.

Apesar das interpretações dadas pelas diversas tradições, as fadas aparecem , na maioria das vezes, ligadas ao amor, ou sendo elas próprias as amadas, ou amando, ou ainda, sendo mediadoras entre os amantes. Com o cristianismo, ocultou-se a dimensão mágica, sobrenatural, predominando o sentido da fada ligada ao amor e à figura da mulher. Mas as fadas podem ser vistas pelo avesso, pois se resolverem passar para o lado do mal, tornam-se as bruxas, porém, continuam a ser mulheres. Alguns teóricos afirmam que a fada e a bruxa são formas simbólicas da dualidade feminina.

Autor: Flávia Rocha David


Artigos Relacionados


Onde Tem Bruxas Tem Fadas

Acordem Esta Garota!!!

[email protected] Online

Vida De Adolescente

O Maravilhoso Na Literatura Infantil

"cansei De Fantasias!!! Quero Um Amor Real"!...e

Momento