Só Trabalham nos Sábados e Domingos, Quem Está Devendo Muito...



prof. João Mariano de Almeida

Sabadão, noroeste do Estado do Paraná, na bela cidade de Paranavaí, o professor, em viagem profissional, encontrou um cliente da empresa que representava na ocasião e ouviu esta frase : ....só trabaia num sábado e dumingo quem tá deveno muito...."....

Só para enriquecer nossa conversa,o "professor em férias" na faculdade, onde lecionou cinco disciplinas no ano anterior e também naEAD-educação á distância, onde batalhou duro durante 5 meses seguidos, está no campo, testando seus conhecimentos de marketing e vendas, já que tem mais de 15 anos de experiência em marketing e vendas e lecinou durante 6 anos disciplinas na área.Só na batalha se provam conceitos, é o que sempre disse para seus alunos.

O professor não é adepto a ficar no gabinete acadêmico, com um notebook que nunca foi ao campo, gerando informações frutos de pesquisas na WEB, mas distantes do campo real.

Ele é do estilo ir ao campo, ouvir, sentir e principalmente segurar as broncas, quando surgirem.Não fala de experiências não vividas, de fatos que ouviram falar, de experiências distantes do ambiente.

Também não é adepto de assumir atividades em momentos de alta necessidade, incompatíveis com sua vocação e habilidades, gerando frustrações contínuas, quando os ganhos são menores que as perdas, em todas as dimensões.

Daí, sempre que viaja e encontra pessoas com conceitos diferentes, faz questão de ouvir, de repensar os conceitos envolvidos na situação. Foi o que ocorreu, com o autor da frase.

O nosso amigo, Tião Filó, nome que adotamos para o autor da frase, mora e trabalha no noroeste do Paraná e viaja frequentemente para várias cidades da região e como grande observador de fatos, paisagens e pessoas, sempre traz alguma colocação que lembra os grandes ditados populares, o folclore do povão.

No meu caso, diz ele, contando sua estória....um negócio mal feito,um investimento que não deu retorno e meu patrimônio e capital viraram pó...tive que começar de novo, do zero, do nada e aceitei a princípio atividades para simplesmente sobreviver, mesmo que distante da minha vocação e habilidade....com o tempo consegui com muito trabalho, mostrar resultados e fui convidado por uma empresa para uma função mais adequada.

O Tião, mas a necessidade não faz as pessoas aceitar o trabalho que surgir ?

Tião : concordo, muitos casos ocorrem assim, mas o adequado é o ajuste das habilidades e vocação ao cargo ou função que vai desempenhar.

Eu comi um pouco de grama, falando a verdade, quase um alqueire, mas finalmente, as coisas começaram a dar certo. Neste trabalho, eu viajo, trabalho externamente visitando clientes, isso é bom, principalmente para minha cabeça, pois não gosto de ficar em lugar fechado...

Mas Tião, hoje é sábado ?.....Pois é, num falei.....ainda estou devendo muito....

REFLEXÕES :

1.as pessoas devem buscar sempre funções e atividades que sejam mais compatíveis com suas habilidades e vocações, para que haja uma sintonia maior, com menores conflitos emocionais. Dessa forma, a possiblidade de se sentirem felizes no trabalho será maior que em outras atividades que nada tem a ver com elas.

2.em situações de desespero, quando as oportunidades que surgem não são aqueles desejadas, poderá prevalecer a sobrevivência, a manutenção das necessidades básicas num primeiro momento. Depois, é recomendável que se busque o sonho, a vocação, para equilibrar a mente e coração.

3.Somente quem está em luta incessante, persistente no dia-a-dia na busca dos sonhos e objetivos pessoais e profissionais, consegue chegar às metas traçadas, mesmo que para isso tenha que gastar tempo e energia, em momentos não previstos, em atividades não satisfatórias, mas que permitam subir os degraus da escada que irá conduzí-lo onde quer chegar.

Autor: Prof.João Mariano de Almeida, adm.empresas, pós em RH e mestrando em Gestão de Negócios, atua desde 1981, em Desenvolvimento e Reciclagem Gerencial e Projetos de Melhorias de Resultados. É autor dos áudiolivros "As 10 Dicas para o Sucesso da Empresa Familiar" e "Sugestões para Solucionar Problemas na Gestão Familiar", já disponíveis na região."Realizapalestras de conscientização em Eventos Empresariais ("Gente Motivada Produz Mais", "AS 10 Dicas do Sucesso da Empresa Familiar"e " Empresas e Pessoas, o Novo Perfil para Sobreviver e Crescer") ou Eventos Educacionais(Auto Avaliação de Trabalhos em Grupo e seus Reflexos Positivos) e outros temas. Cel. (17) 9702-1007 / em:pmr_almeida@hotmail.com ; joaomarianoalmeida@gmail.com


Autor: João Mariano de Almeida


Artigos Relacionados


Empresas Familiares – Cases X Lições De Casa – Xi

Cinco Atitudes Positivas E Produtivas Para Vendedores

Empresas Familiares – Cases X Lições De Casa – X

GestÃo

O Chão

Dia-a-dia.

Pasma Imaginação