Uma Opinião Sobre o Caso Roswell



Analisei bem o vídeo da"autópsia" do "suposto" ET. de Roswell, e cheguei a algumas conclusões: em meados de 1947, várias partes do que seria uma nave espacial foram encontradas nos arredores da mencionada cidade norte americana. O vídeo foi fornecido por um militar reformado dos EUA (se tal vídeo fosse falso, o militarestaria cometendo um crime militar ao desacreditar informações dadas pela sua corporação), e foi encaminhado a um produtor cinematográfico experiente, que o "jogou no ventilador da mídia", crendo ter achado a tal prova inquestionável da existência dos ETs. O que ele não quiz entender é que a grande maioria de nós só acredita no que quer acreditar.

As cenas mostram um corpo nu deitado numa cama, cuja perfeição eu nunca vi em nenhuma outra filmagem mesmo computadorizada, apesar de rudimentar o vídeo, em p. e b. ,

o qual acredito ser plenamente autêntico, também porque: o corpo, sem pelos aparentes, com seis dedos em cada mão e pé, até semelhante ao nosso mas com a cabeça um pouco maior, estava meio duro, assim como nós depois de algum tempo de mortos (rigidez cadavérica); haviam algumas pessoas empenhadas na "autópsia",trajando roupas anticontágio, e retiraram dos olhos do ET. um par de uma espécie de lentes de contato gelatinosas escuras, e no fim, retiraram o cérebro do "autopsiado", o qual era coberto por um tipo de "capa escura": modificação geneticamente provocada para proteção contra os raios ultravioleta do espaço sideral? Como a função das lentes? Como também os seis dedos propícios à melhor digitação? Sim.'

Quando o bisturi fazia alguma incisão, logo escorria o que seria o sangue do ET., e nas feridas profundas que o mesmo apresentava em pernas e braços, não se distinguiam os tecidos, por estarem sujos de sangue. Não se viu dentes, e tais perfeitos astronautas precisariam deles para que? Não precisavam falar nem mastigar (comida desidratada texturizada).'

O que houve: vieram investigar os clarões atômicos da 2a. grande guerra, e com a demora de dois anos quase (estavam longe); constataram queo mesmo tipo de radiação detectada no Japão, também estava em Roswell, onde ficou estacionado o avião que lançou as bombas e por isso, com resquícios daquela radiação específica.

Mas os ETs. cometeram um erro: se aproximaram demais, em plena "guerra fria": muitos radares, grande tráfego aéreo, muitas radio-frequências no ar, muitos exercícios de armamentos, etc.

Hipóteses: 1)Acidente, causado até por interferência de radio-frequências;

2)Foram alvejados: a) Por acidente aéreo com outra aeronave (nossa); b) Por acidente em exercício militar; c) Por terem sido confundidos como "espiões inimigos"; d) Por terem sido seguidos por alguma aeronave (nossa ou também extraterrestre) que os abateu para que não pousassem inteiros nos EUA.

O fim do enredo é que ao se quebrar, a nave perdeu a antimatéria que lhe dava estabilidade orbital, a qual partiu espaço a fora, e cairam aqui na Terra partes da carcaça "inútil" da nave (ver  meu outro artigo "estabilidade orbital...").

Com certeza, tais destroços, assim como os corpos dos ETs., estão muito bem guardados.

A ufologia, enquanto paraciência, perde credibilidade quando "fenômenos inexplicados"são de imediato ligados aos extraterrenos. Nosso maior trunfo é o de colher provas verdadeiramente irrefutáveis, e divulgá-las. É o que estou tentando fazer.  Alfredo Castro, alfredomc1@hotmail.com .


Autor: Alfredo Castro


Artigos Relacionados


País De Duas Faces

Estabilidade Orbital Astronômica - Síntese

O Ciclo Do Nitrogênio E A Camada De Ozônio

A Origem E O Propósito Da Vida

Grande Índio

Relatividade Transversa

Uma Origem Para O Nosso Universo.